Vereadores solicitam criação da "Feira da Lua" para promover pequenos produtores e comerciantes e impulsionar economia local

por Felipe Deliberaes publicado 20/10/2021 13h41, última modificação 20/10/2021 13h41

Uma indicação aprovada na Sessão Ordinária de segunda-feira (18), na Câmara Municipal de Cáceres, propõe à Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Econômico que institua a “Feira da Lua”, integrando agricultura familiar, artesanato, culinária e pequenos comerciantes, com isenção de taxas, de modo a fomentar a economia local. 

A propositura ainda sugere que a Feira seja itinerante, privilegiando os vários bairros da cidade. Seus autores, os vereadores Cézare Pastorello e Marcos Ribeiro, justificam que a pandemia da Covid-19 trouxe novas formas de comercialização, prestação de serviços e entretenimento para a população em geral, ao mesmo tempo em que prejudicou grande parte das atividades normalmente exercidas de forma presencial.

Para os parlamentares, a retomada de tais atividades carece de estímulos e incentivos, o que pode ser promovido com a realização de eventos multiatrativos, como é a pretensão da Feira da Lua, evento já realizado com sucesso em vários Municípios Brasileiros segundo Pastorello.

Ele afirma que, para além de ser uma feira para comercialização de produtos da agricultura familiar, a Feira da Lua também dá espaço para artesanato, culinária e pequenos comerciantes, de modo a atrair maior público; para os novos empreendedores, ela servirá de laboratório para seus produtos e serviços, razão pela qual, em caráter de excepcionalidade, os vereadores julgam que tais participações devem ser isentas de taxas de instalação.

Pastorello e Marcos veem a realização da Feira como um passo importante na busca pela retomada do desenvolvimento econômico de Cáceres, com aptidão para o turismo e prestação de serviços.