UBS que leva o nome do Dr. Ademar Rocha de Oliveira é inaugurada na Cavalhada com presença de viúva e filhas

por Felipe Carvas Deliberaes publicado 29/10/2020 20h10, última modificação 30/10/2020 08h40

A Unidade Básica de Saúde (UBS) situada na Rua São Pedro, no bairro Cavalhada, foi oficialmente inaugurada em cerimônia na tarde desta quarta-feira (28).

A unidade leva o nome do Dr. Ademar Rocha de Oliveira, médico especializado em ginecologia e obstetrícia que atendeu a população carente ao longo de seus 40 anos de serviços prestados à comunidade, entre hospitais como o São Luiz e sua própria clínica.

A homenagem ao Dr. Ademar foi idealizada a partir de um Projeto de Lei de autoria do Presidente da Câmara, vereador Rubens Macedo, apreciado e aprovado por unanimidade em Sessão Ordinária no mês de setembro de 2019.

Na inauguração da UBS estiveram presentes, além de profissionais da saúde e representantes dos Poderes Públicos, a viúva do saudoso médico, Irenir Sampaio de Oliveira e as filhas do casal. Irenir demonstrou gratidão pela construção de mais um estabelecimento para atendimento ao povo e ressaltou o valor simbólico de seu marido, que sempre ajudou pessoas carentes, dar nome a uma UBS.

"Essa homenagem imortaliza o amor e a dedicação que ele sempre teve com a população, principalmente mulheres pobres. Ele era filho de lavadeira, a mãe dele era parteira. Aprendeu a fazer isso com ela e, um dia, lhe disse que seria médico parteiro. Dedicou a vida toda aos cuidados da mulher. Ter o nome dele em uma Unidade Básica de Saúde consolida toda sua obra de vida. Tenho certeza que está muito feliz do lado de lá", contou Irenir, emocionada.

Sua filha, Janaína Sampaio de Oliveira, ao fazer seu pronunciamento para os que prestigiaram a inauguração, também agradeceu o vereador Rubens por idealizar a homenagem.

Segundo o Executivo, a UBS foi construída a partir de recursos conquistados pelo ex-Deputado Estadual Ezequiel Fonseca (cerca de R$750 mil) e investimento próprio da Administração Municipal (cerca de R$500 mil). Ela atenderá, a partir da próxima terça-feira (3 de novembro), uma população estimada em até 20 mil habitantes dos bairros da Cavalhada I, II e III.

Felipe Deliberaes/Assessoria de Imprensa