Requerimento solicita do Executivo esclarecimentos sobre casas inutilizadas no Residencial Aeroporto Novo

por Felipe Deliberaes publicado 22/06/2022 11h49, última modificação 22/06/2022 11h49

Um requerimento aprovado na Sessão Ordinária desta semana, no dia 20, solicita da Secretaria de Assistência Social esclarecimentos sobre a não utilização de casas construídas pelo Programa Minha Casa, Minha Vida no Residencial Aeroporto Novo.

A proposição pede a quantidade de casas fechadas, informações sobre os proprietários (nome, endereço e telefone de contato), motivo pelo qual os imóveis estão fechados e qual a destinação dos mesmos. 

A autora da proposição, Vereadora Mazéh Silva, elabora que o Programa Minha Casa, Minha Vida beneficiou a população de Cáceres com a construção de alguns residenciais, entre eles o Residencial Aeroporto Novo; contudo, ela afirma haver imóveis inutilizados no local e busca informações a respeito da situação junto ao Executivo.

Criado em março de 2009 pelo Governo Federal, o Minha Casa, Minha Vida subsidia a aquisição da casa ou apartamento próprio para famílias com renda de até R$1,8 mil e facilita as condições de acesso ao imóvel para famílias com renda de até R$9 mil.

Mazéh afirma que o Programa é a maior iniciativa de acesso à casa própria já criada no Brasil e mudou a história da habitação do país, oferecendo diversas formas de atendimento a famílias que necessitam de moradia - levando em consideração fatores como localização do imóvel (área urbana ou rural), renda familiar e valor da unidade habitacional.

A Vereadora complementa que o Minha Casa, Minha Vida contribui para a geração de emprego e renda aos trabalhadores da construção civil. 

Leia o requerimento: https://sapl.caceres.mt.leg.br/media/sapl/public/materialegislativa/2022/4899/requerimento_casas_fechadas_aeroporto_novo.pdf