Requerimento busca apurar suposta demissão de motoristas de ônibus escolares que estariam trabalhando sem a devida habilitação

por Felipe Deliberaes publicado 01/07/2022 10h40, última modificação 01/07/2022 10h40

Um requerimento aprovado na Sessão Ordinária desta semana, no dia 27, solicita da Secretaria de Educação informações sobre a suposta demissão de oito motoristas de ônibus escolares da Coordenação de Transporte Escolar, que estariam trabalhando sem a devida documentação para tal.

A proposição requer, especificamente, a justificativa para as demissões e os documentos de contratação e de demissão.

Sua autora, a Vereadora Mazéh Silva, utiliza como base uma matéria veiculada na imprensa local, de acordo com a qual oito motoristas foram demitidos após a Coordenação de Transporte Escolar verificar que estariam trabalhando sem habilitação para conduzir ônibus escolares.

Na notícia anexada por Mazéh ao requerimento, outra razão elencada para a demissão teria sido um acidente envolvendo um ônibus dirigido por um destes profissionais no dia 30 de maio, que deixou duas alunas da escola do Distrito de Clarinópolis feridas.

Os motoristas teriam alegado que realizaram o curso necessário para executar esse tipo de trabalho em agosto do ano passado, mas a demissão supostamente se justificou pela não homologação de tal curso no site do Detran.

A Vereadora busca, portanto, esclarecer se procede a justificativa para a demissão. O Coordenador de Transporte Escolar de Cáceres, Eliel Bezerra de Paula, afirmou, na Tribuna Livre que antecedeu a Sessão Ordinária, não haver motoristas irregulares no quadro do Executivo.

Leia o requerimento: https://sapl.caceres.mt.leg.br/media/sapl/public/materialegislativa/2022/4919/demissao_motoristas.pdf