Presidente da Câmara se reúne com Cônsul da Bolívia por fortalecimento de relações

por Assessoria de Imprensa publicado 15/01/2020 12h50, última modificação 15/01/2020 12h50

Representando o Poder Legislativo de Cáceres, o Presidente da Câmara Municipal, vereador Rubens Macedo, se reuniu na manhã desta terça-feira (15) com o Cônsul da Bolívia em Cáceres, Abrahan Cuéllar Araujo, na sede do Consulado Boliviano no município.

O objetivo do encontro foi estreitar as relações entre Cáceres e o país vizinho. Rubens relatou que a colaboração do Cônsul ocasionou avanços em uma proposta de intercâmbio educacional, na qual estudantes carentes da rede pública de Cáceres receberiam bolsas e realizariam sua formação acadêmica superior na Universidade de Aquino Bolívia (Unabol), em Santa Cruz de la Sierra. A seleção dos bolsistas seria feita internamente pelas escolas.

“Estamos verificando qual seria a porcentagem das bolsas. 50%, 70%... algo nessa faixa já ficaria interessante para nossa população jovem carente. Em contrapartida, Cáceres já atende e buscará atender ainda mais bolivianos em sua saúde municipal e outras áreas públicas, principalmente nossos irmãos de San Matías”, explicou o Presidente da Câmara.

Ele também relatou reuniões para discutir as parcerias econômicas relativas à recente titulação de San Matías e Cáceres como cidades gêmeas, como os free shops. Abraham explicou que existe um Comitê de Fronteira envolvendo representantes das esferas municipal, estadual e federal de ambos os países, e que o objetivo é agendar nova reunião deste Comitê para oficializar as parcerias e acordos visando iniciar a estruturação da zona franca, cujo funcionamento aguarda apenas o decreto do Governador do Estado referente às isenções de impostos sobre produtos a serem comercializados no local.

O Comitê, no entanto, também colocaria em pauta a discussão de outros variados assuntos diplomáticos entre os governos, como o citado intercâmbio educacional. Outros assuntos seriam, por exemplo, a exploração de terras férteis e inexploradas da Bolívia para o plantio de grãos, soja e milho por parte dos produtores brasileiros próximos delas. Como reciprocidade, os representantes brasileiros retomariam as discussões sobre a execução das obras de pavimentação de 300km de estrada ligando os dois países, que impulsionaria o turismo e ainda não saiu do papel.

Para agilizar o agendamento da reunião do Comitê que discutirá todos os assuntos levantados acima, o Cônsul Abraham solicitou do Presidente da Câmara o envio de documentos legislativos oficiais, a serem repassadas do Consulado para os parlamentares bolivianos competentes. Rubens, em contrapartida, convidou-o para uma visita na Câmara com o intuito de compor os documentos em questão.

Aproximação Diplomática

Os Poderes Legislativo e Executivo de Cáceres têm dado atenção especial às relações Cáceres-Bolívia desde o ano passado. Um requerimento de autoria do vereador José Eduardo Torres solicitou a inclusão da língua espanhola na grade curricular do ensino público de Cáceres, e o Presidente Rubens sugeriu ao Prefeito de San Matías a mesma ação para a língua portuguesa no ensino público do município boliviano. Uma solenidade na Câmara Municipal celebrou a nomeação dos municípios como cidades gêmeas, com participação dos Prefeitos e Vereadores de ambas as cidades.

A Universidade Estadual do Mato Grosso (UNEMAT) também está investindo no estreitamento das relações com o país vizinho, aplicando o ensino do português em áreas de fronteira no território boliviano e do espanhol nas áreas de fronteira brasileiras. Em Junho, o Prefeito Francis Maris Cruz e a vice Eliene Liberato foram ao país vizinho negociar o transporte de 500 mil toneladas de ureia e GLP (gás de cozinha).

 

Felipe Deliberaes/Assessoria de Imprensa