Indicação sugere que cooperativas de catadores de materiais recicláveis sejam isentas de alvará

por Assessoria de Imprensa publicado 11/03/2020 12h49, última modificação 11/03/2020 12h49

Foi aprovada por unanimidade, na Sessão Ordinária de segunda-feira (9), na Câmara Municipal de Cáceres, uma indicação endereçada ao Executivo Municipal que sugere que cooperativas de catadores de materiais recicláveis sejam isentas de possuir alvará de funcionamento.

De autoria do vereador Wagner Barone (PODEMOS), a proposição justifica que as cooperativas possuem grande importância para subsistência, manutenção e preservação do meio ambiente, apontando a importância de seu trabalho que retira materiais poluentes que demorariam centenas de anos para se desintegrarem por completo na natureza, também se tornando morada de animais nocivos à saúde de humanos, vegetais e outros animais..

"Tendo em vista o trabalho de grande valia que exercem para a humanidade e para planeta, e também o pouco recurso financeiro que este setor tem em benefício financeiro, seria de grande valia a isenção de alvará", finaliza o documento.

As indicações são sugestões feitas pelos vereadores às autoridades competentes - neste caso, o Poder Executivo Municipal, que pode agir para sancionar a proposição em questão.


Felipe Deliberaes/Assessoria de Imprensa